Metodologia da Pesquisa em Saúde

Importância da Pesquisa em Enfermagem

O "fazer" em enfermagem é complexo e exige tomada de decisões. A Pesquisa em Enfermagem possibilita que o profissional de realize suas ações embasadas cientificamente. A profª Drª Sônia Maria Oliveira Barros (professora associada da Universidade Federal de São Paulo e pesquisadora do CNPq) esclarece alguns dos aspectos da Pesquisa em Enfermagem e a importância de tal procedimento para o enfermeiro.

A pesquisa em enfermagem é a investigação sistemática para o desenvolvimento do conhecimento sobre a prática, o ensino e a administração da enfermagem. Suas metas são gerar conhecimentos, orientar a prática, melhorar o atendimento e a qualidade de vida dos clientes (Polit, 2005). Pouco a pouco os enfermeiros foram percebendo que a utilização dos resultados de pesquisa (evidências) para fundamentar as decisões, ações e interações é muito importante para a melhoria constante da assistência de enfermagem. A pesquisa permite a descrição detalhada de uma situação clínica de enfermagem sobre a qual pouco se sabe, assim como leva a explicações sobre fenômenos importantes para o planejamento do atendimento de enfermagem.

A pesquisa é fundamental para o desenvolvimento e a utilização do conhecimento na melhoria da qualidade da assistência ao cliente. Dessa forma, a prática baseada em evidências científicas fortalece a identidade da enfermagem como profissão, documentando sua relevância social e a eficácia da prática dentro das várias dimensões da profissão. Os dados históricos revelam que a pesquisa começou com Florence Nightingale e até a virada do século IX para o XX, havia pouca pesquisa em enfermagem. Após a virada, o padrão de pesquisa esteve relacionado aos problemas enfrentados pelos enfermeiros e ao ensino da enfermagem. Após 1950, com maior número de enfermeiras com preparação acadêmica avançada e o estabelecimento do periódico Nursing Research (um marco no desenvolvimento da enfermagem), a enfermagem avançou mundialmente com um número crescente de publicações de resultados de pesquisa e aumento da discussão sobre aspectos teóricos e contextuais.

No Brasil o fortalecimento dos cursos de pós-graduação stricto sensu trouxe um grande impulso na pesquisa em enfermagem e na qualidade dos periódicos especializados e indexados em bases de dados internacionais.

Se pensarmos nos resultados das pesquisas, os mesmos podem indicar a melhor forma de coletar informações exatas sobre os clientes, integrar os seus dados e interpretá-los. A fase de diagnóstico ajuda no estabelecimento e validação da sua etiologia. Além disso, os resultados da pesquisa podem ser usados no planejamento do cuidado, indicando as intervenções eficientes para determinados grupos sociais, cenários, tipos de problemas e características dos clientes.

Podemos observar um aumento nas atividades de Pesquisa em Enfermagem no Brasil e no mundo. Os enfermeiros brasileiros estão pouco a pouco entrando no cenário internacional seja através da publicação de pesquisa brasileiras em revistas de circulação internacional ou por meio de pesquisa em colaboração internacional. Acho que este é o caminho. Porém, os obstáculos para a realização da pesquisa em enfermagem são bem conhecidos, estudados e estão publicados: falta uma base de resultados de estudos válidos e confiáveis, limites nos métodos de pesquisa dificultando a reprodução, instrução formal não eficiente para a pesquisa e para julgar os méritos de um estudo, características organizacionais das instituições que empregam os enfermeiros e algumas características da profissão.

Os pesquisadores precisam se dedicar a pesquisas de alta qualidade, colaborar com os demais pesquisadores, comunicar claramente os seus resultados em revistas de grande circulação e sugerir as implicações clínicas desses resultados. As instituições empregadoras já estão percebendo que a qualidade da assistência melhora significativamente com o uso das melhores evidências no planejamento do cuidado.

Metodologia da Pesquisa em Saúde

21/12/2012 14:22

Produção Científica - 2012

1) Promovendo o brincar para as crianças hospitalizadas: um relato de experiência 2) A ação da enfermagem frente à eduação em saúde e sexualidade: um relato de experiência 3) Uso de fichas de acompanhamento do paciente na Clínica Cirúrgica do HUCF: relato de experiência 4) Gestão do...

© 2011 Todos os direitos reservados.

Construir sites Webnode